Início >> Plano Ver-o-Pará

Plano Ver-o-Pará

Plano estratégico de turismo do Estado do Pará 2012 - 2020

Reunindo em seu território aspectos da enorme diversidade da Região, numa síntese exuberante onde se destacam a força doce do Amazonas, a delicadeza dos igarapés gelados, as praias banhadas pelo Atlântico: várzeas, florestas, campos e montanhas compondo cenários tão distintos quanto belos. Com uma riqueza cultural que se manifesta no canto, nas danças, na culinária, no artesanato que resgata a arte dos povos indígenas e reconta a alegria popular expressa nos singelos brinquedos de miriti. Tendo um povo com autoestima crescente, que se orgulha de seu estado, de sua beleza, riqueza e cultura. Um povo acolhedor, hospitaleiro e caloroso, que sente prazer em receber os visitantes e apresentar seu querido Pará. Tudo isto faz do Pará a Obra Prima da Amazônia. E fazer da Obra Prima da Amazônia um destino turístico forte é meta prioritária do Governo. Uma meta adequada à política econômica definida para o Estado, que tem claramente uma forte vertente focada na sustentabilidade.

Uma meta perfeitamente integrada às diretrizes maiores do Governo, por ser a atividade turística um segmento econômico que essencialmente não agride a natureza, desde que corretamente conduzido, e que espalha democraticamente seus efeitos positivos por toda a sociedade. Para dar forma concreta à meta, o Governo criou a Secretaria de Estado de Turismo, coordenadora do Sistema Estadual de Gestão do Turismo e responsável pelo desenvolvimento e fortalecimento do setor; e definiu um planejamento estratégico, o "Ver-o-Pará", para sustentar o trabalho do setor como política pública capaz de gerar desenvolvimento com sustentabilidade e justiça social. Cumprimos agora mais uma etapa na construção desta meta, com o lançamento do Plano "Ver-o-Pará", o mais completo e abrangente planejamento do setor turístico jamais realizado no Estado, instrumento fundamental e importante no conjunto das ações que se destinam a elevar a qualidade de vida e reduzir as desigualdades entre o povo paraense. Um plano que vai estimular a vocação natural do Pará de fazer da sua história, da sua cultura e do seu meio ambiente importantes insumos para o desenvolvimento econômico e social, baseado na sustentabilidade. Um plano que será implantado com a seriedade e a determinação que são também traços característicos deste povo amigo que vive, com muito e justificado orgulho, na Obra Prima da Amazônia.