Início >> Noticia >> Estado do Pará recebe ações do programa Investe Turismo

Estado do Pará recebe ações do programa Investe Turismo

 

O Pará é um dos estados contemplados pelo “Investe Turismo”, um programa desenvolvido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Sebrae e a Embratur, lançado no Estado nesta segunda (26), durante um Seminário de apresentação do programa, no teatro Estação Gasômetro, em Belém. O evento contou com a presença do governador Helder Barbalho, do ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio, da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves e demais autoridades.

O "Investe Turismo" visa centralização de ações e investimentos que irão acelerar o desenvolvimento, gerar empregos e aumentar a qualidade e competitividade de 30 Rotas Turísticas do Brasil. Com inovação, marketing, acesso ao crédito para o fomento e estruturação do setor, o Prodetur + Turismo.

Três regiões paraenses estão inseridas entre as rotas que receberão os investimentos: Belém, como capital do estado e principal polo turístico; a região do Marajó, com as cidades de Soure e Salvaterra, e o Tapajós, com Santarém e Belterra.

 

“Estamos buscando construir as parcerias para estimular o que entendemos ser uma vocação estratégica do Pará, que é o turismo. Vamos valorizar o turismo ecológico, e por isto, estamos fortalecendo algumas rotas, como a nossa capital Belém, a região de Santarém, margeando o Rio Tapajós e Amazonas e o nosso Marajó. Além da parte ecológica, estamos valorizando a nossa gastronomia, com sua singularidade, que gera a curiosidade e estimula que cada vez mais possamos potencializar a migração de turistas e todas as atividades econômicas de serviços que estão atrelados a esta importante ação”, afirmou o governador Helder Barbalho.

Para o ministro Marcelo Álvaro Antônio, o Pará tem um potencial turístico único no país, que, com as ações, investimentos, melhoria de serviços e incentivos aos novos negócios terá essa vocação alavancada.

“O Estado do Pará é estratégico como vocação turística quase que ímpar no Brasil. São sete rotas em toda região Norte, incluindo o Pará, onde a gente vai buscar, em parceria com o Sebrae e Embratur, organizá-los no sentido de levar capacitação profissional à promoção destes destinos, tanto para os brasileiros quanto para os povos estrangeiros. Ainda vamos identificar possibilidades de investimentos, de pequeno, médio ou grande porte, como pousadas, restaurantes ou grande resorts”, informou o ministro.

Parceria - O Sebrae é um dos grandes parceiros e principais responsáveis pela efetividade do programa, apoiando e qualificando iniciativas regionais de fomento ao turismo, como explica o diretor, Rubens Magno.

“O principal objetivo do Sebrae é fazer com que a nossa máquina trabalhe em prol dos empreendedores que cuidam de turismo. Neste momento, serão quase 340 empreendedores sendo trabalhados para que a gestão dos seus negócios tenham excelência. Por exemplo, para que o dono de um restaurante tenha a sua maior potencialidade alcançada e vire referência aos turistas. Isto vale pra todos os negócios envolvidos neste processo”, afirmou.

Gastronomia - O secretário de Estado de Turismo, André Dias, enfatizou que a riqueza gastronômica foi um fator primordial para escolha das cidades participantes. “A gastronomia foi escolhida como mote dessas rotas, considerando este grande atrativo tão peculiar que é a nossa comida. Destacamos Belém como rota gastronômica da comida ribeirinha, o Marajó, com Soure e Salvaterra, pelo queijo marajoara e o Oeste do Pará, com Santarém e Belterra, pelos peixes da região. A partir do estabelecimento dessas cidades, vamos chamar os turistas para virem conhecer o nosso Estado”, disse o secretário.

Assinatura - Ainda durante o evento desta manhã, foi assinado pela ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e pelo do ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio, o reforço na Portaria Interministerial de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

 

“Hoje deixamos um recado importante para o Brasil. O Pará recebe os seus turistas com muito carinho, mas que eles venham para conhecer nossas belezas naturais. Em nossas crianças e adolescentes ninguém mais toca”, enfatizou a ministra Damares.

Texto: Raphael Graim

Fotos: Agência Pará